Buscar

Óvulos viáveis produzidos a partir de células da granulosa do ovário


Pesquisadores da Universidade de Nankai, na China, anunciaram sucesso em produzir oócitos viáveis a partir da reprogramação das células da granulosa do ovário (CGO). A realização foi anunciada em um artigo publicado no periódico Cell Reports e tem importantes implicações.


Os folículos ovarianos são a unidade funcional do ovário e consistem em um oócito (óvulo imaturo) e CGO de suporte, cruciais para o desenvolvimento dos folículos. O número de oócitos é determinado no nascimento, havendo declínio do número e qualidade com a idade das mulheres, ou como resultado da quimioterapia, e isso leva as mulheres à infertilidade. Apenas os oócitos são utilizados em procedimentos de fertilização e as CGO são descartadas. Isso fez a equipe se perguntar se seria possível utilizar as CGO descartadas, uma vez que manter a capacidade de produzir oócitos poderia influenciar a manutenção da fertilidade.


Partindo de estudos anteriores que mostraram terem as CGO propriedades semelhantes às de células tronco, os pesquisadores induziram a transformação de CGO do ovário de ratas em células tronco pluripotentes induzidas quimicamente (CiPSCs), outro feito já realizado em estudos anteriores. Após isso, o diferencial do estudo foi utilizar uma abordagem exclusivamente química para reprogramar essas CiPSCs derivadas da granulosa em oócitos. As CGO tendem a sofrer morte e diferenciação celular uma vez removidas dos folículos. Para evitar esse fenômeno, a equipe utilizou um coquetel químico que incluía um inibidor de ROCK e ácido crotônico, que promoveu melhor a ligação de GCs à placa de cultura, evitou a apoptose e promoveu a proliferação com qualidade melhor que processos semelhantes.


Para o teste final, esses oócitos foram fertilizados e terminaram por produzir embriões que se transformaram em ratos adultos normais e mantiveram sua fertilidade. A equipe acredita que seus achados podem colaborar mais para a manutenção da fertilidade e produção endócrina que em procedimentos de infertilidade.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

4 visualizações