Buscar

A esperança de um novo nascimento dental


Um novo estudo realizado por cientistas da Universidade de Kyoto e da Universidade de Fukui pode oferecer alguma esperança para adultos que perderam seus dentes de forma precoce. A equipe relata que um anticorpo para um gene - gene-1 associado à sensibilização uterina ou USAG-1, pode estimular o crescimento dentário em camundongos que sofrem de agenesia dentária, uma condição congênita.


Embora a boca normal de um adulto tenha 32 dentes, cerca de 1% da população tem mais ou menos dentes devido a doenças congênitas.


De acordo com Katsu Takahashi, um dos principais autores do estudo e professor sênior da Faculdade de Medicina da Universidade de Kyoto, as moléculas fundamentais responsáveis pelo desenvolvimento do dente já foram identificadas.


A morfogênese de dentes individuais depende da interação de várias moléculas, incluindo BMP, ou proteína morfogenética óssea, e sinalização Wnt.


Supondo que direcionar os fatores que antagonizam BMP e Wnt especificamente no desenvolvimento dentário poderia ser mais seguro, a equipe considerou o gene USAG-1.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

8 visualizações