Buscar

A toxoplasmose pode causar algum tipo de alteração comportamental?


O ciclo patogênico da toxoplasmose, infecção causada pelo Toxoplasma gondii, envolve o consumo de presas infectadas por cistos com a forma bradizoíta do parasita por gatos. No intestino dos felinos ocorre gametogênese que resulta em oocistos infecciosos que são liberados nas fezes. Esses oocistos são absorvidos por uma série de mamíferos, incluindo o ser humano, que atuam como hospedeiros intermediários. Nesses hospedeiros intermediários, o parasita se desenvolve em taquizoítos (replicação rápida) que se espalham por diferentes órgãos e se diferenciam em bradizoítos (crescimento lento) nos cistos fechando o ciclo.


Um fenômeno curioso, e até romantizado, é o fato de que a infecção por T. gondii nos ratos provoca um bloqueio das reações inatas de aversão por gatos, facilitando sua captura, assim como o ciclo de disseminação da doença. Para esclarecer essa curiosidade científica, pesquisadores da Universidade de Genebra decidiram pesquisar melhor a questão. Um artigo publicado na Cell Reports narra que a forma escolhida para o trabalho foi uma grande bateria de testes comportamentais com um grupo de ratos infectados por T. gondii, assim como a análise da carga e distribuição dos cistos no tecido cerebral.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

4 visualizações