Buscar

Acometimento vascular da retina utilizado para diagnóstico precoce de Alzheimer


O diagnóstico precoce é crítico para portadores da doença de Alzheimer (DA). Isto é verdade porque é menos complexo impedir a degeneração de um neurônio que recuperar uma célula perdida. O diagnóstico atual da DA tem como principais pilares o aparecimento dos sintomas e o uso de imagens funcionais do cérebro.


A novidade é um estudo de pesquisadores da Universidade da Califórnia (San Francisco) anunciando o desenvolvimento de um método não invasivo da retina capaz de identificar alterações precoces de DA em pacientes portadores do gene APOE4. Esta mutação é o marcador genético de risco mais comum de DA, mas não se sabe como ela contribui para a patogênese.


Partindo de estudos mostrando comprometimento vascular cerebral em camundongos portadores de APOE4, os pesquisadores desenvolveram e validaram uma estratégia para avaliar o comprometimento vascular cerebral por meio de imagens da retina, o que pode antecipar o diagnóstico da doença, ao menos nos portadores da mutação.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

1 visualização