Buscar

Anestesia geral e raqui se mostram equivalentes para pacientes com fratura de quadril


A fratura de quadril acomete cerca de 100.000 pessoas anualmente no Brasil, com relevante parcela de indivíduos idosos. Exatamente por isso, a fratura de quadril é um problema de saúde pública relevante, porque a fratura em indivíduos mais velhos pode comprometer de forma considerável a independência e causar aumento de morbidade e mortalidade.


Parte fundamental da recuperação da fratura de quadril é sua correção cirúrgica.


Nesse contexto, a novidade é um estudo de pesquisadores da Universidade de Alberta, no Canadá, que derruba um importante dogma sobre a melhor forma de anestesiar esses pacientes para o procedimento.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

2 visualizações