Buscar

Asma brônquica associada à redução do risco de tumores no cérebro


Desde o início dos anos 2000 observações epidemiológicas dão conta que indivíduos portadores de asma possuem menos risco de desenvolver tumores cerebrais.


Por mais estranha que a associação seja, a consistência da observação levou pesquisadores a investigarem a associação em busca dos mecanismos subjacentes.


Agora, um grupo de pesquisadores da Universidade de Washington (St. Louis) afirma que desvendou o mistério e fez descobertas que podem direcionar novas abordagens terapêuticas para pacientes com tumores cerebrais.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

5 visualizações