Buscar

Biomarcadores podem orientar intervenção precoce ligada ao exercício no Alzheimer


Um grupo de pesquisadores da Universidade Rush decidiu investigar se os conhecidos benefícios da atividade física na saúde em geral se estendem à doença de Alzheimer (DA), especificamente no tocante à taxa de declínio cognitivo.


Além disso, o artigo do grupo conta que foi avaliado se um biomarcador sanguíneo de Alzheimer, a concentração sérica total de proteína tau, é útil para orientar oportunidades de intervenção precoce relacionadas à atividade física.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

6 visualizações