Buscar

Bloqueio da inflamação associada à corioamnionite previne danos alveolares fetais


A perda da integridade da membrana amniótica durante a gravidez pode levar à ascensão de bactérias da flora vaginal e infecção tecidual chamada corioamnionite.


Esse tipo de infecção acomete 4% das gestações de termo e até 25-40% dos partos prematuros. Mortes infantis por corioamnionite são raras devido à agressiva terapia antibiótica preconizada nestes casos, mas isso tem consequências.


Estudos sugerem que o uso dessas medicações interrompe a sinalização da alveologênese e afeta a maturação do sistema imune pulmonar, situações que podem contribuir para o desenvolvimento de displasia broncopulmonar (DBP) e outras afecções mais tarde.


Agora, um esforço de pesquisa capitaneado pelo Cincinnati Children’s demonstrou a eficácia de uma estratégia terapêutica em bloquear os fenômenos que levam à DBP.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

1 visualização