Buscar

Cirurgia e endoprótese flexível equivalentes no tratamento da estenose carotídea


A obstrução parcial ou total do fluxo sanguíneo nas artérias carótidas materializa a estenose carotídea. Geralmente consequência de aterosclerose, a estenose carotídea é a principal causa de acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico. O tratamento da condição pode ser cirúrgico, endarterectomia carotídea (EC), ou conservador, por meio da colocação de endoprótese flexível (EF).


Ambos os métodos são validados por evidências, mas persistem dúvidas entre médicos e pacientes sobre a melhor indicação. Para jogar luz sobre o assunto, um esforço de pesquisa capitaneado por integrantes da Universidade de Oxford comparou os dois métodos.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

0 visualização