Buscar

Dieta específica pode alterar o funcionamento cerebral em crianças com TDAH


O transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é um distúrbio do neurodesenvolvimento com forte base genética que acomete entre 3% e 6% das crianças conforme a população pesquisada.


Embora os sintomas possam ser amenizados com medicamentos como a ritalina (metilfenidato), que aumenta a atividade em regiões como a pré-cuneiforme ao estimular receptores alfa e beta-adrenérgicos, estudos sugerem que algumas medidas não medicamentosas podem ter o mesmo efeito.


É nesse sentido o estudo conduzido por pesquisadores da Wageningen University & Research ao investigar os efeitos de uma intervenção dietética específica sobre o funcionamento cerebral e os sintomas de TDAH.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

37 visualizações