Buscar

Direcionar o metabolismo do lactato em tumores pode melhorar a imunoterapia


A função das células T reguladoras (Tregs) é essencial para a tolerância de autoantígenos e para evitar a hiperativação do sistema imune. Contudo, os tumores conseguem perverter essas células para que favoreçam sua prosperidade. Sendo assim, a atividade das Tregs representa uma dificuldade objetiva na imunidade antitumoral.


A novidade é que pesquisadores da Universidade de Pìttsburgh publicaram um artigo recente afirmando terem identificado um importante mecanismo envolvido na interação entre células imunes e cancerígenas no microambiente tumoral. A descoberta foi feita por meio de estudos in vitro com culturas de células imunes e cancerígenas.


Segundo eles, os tumores exploram diferenças entre o metabolismo das células T efetoras e Tregs no tocante ao lactato, de forma que prejudicam duplamente a função das primeiras e estimulam as últimas. Digno de nota que o direcionamento deste mecanismo foi capaz de reduzir o crescimento tumoral e aumentar a sensibilidade à imunoterapia.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

3 visualizações