Buscar

Estudo identifica mutação genética relacionada ao linfedema primário


O sistema linfático funciona drenando a linfa por uma rede vascular com trajetória geográfica semelhante e tão abrangente quanto aquela do sistema sanguíneo. Quando disfunções impedem a entrada da linfa nos capilares linfáticos ou quando esses capilares perdem conteúdo para o meio externo, ocorre o linfedema.


Pesquisadores da Universidade de Helsinque aprofundaram estudos em modelos animais (camundongos) implicando o gene da angiopoietina 2 (ANGPT2) e conseguiram a validação desses resultados também para seres humanos por meio do rastreio de famílias em que alguns membros apresentam linfedema primário.



Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia, no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.



Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play


Docmedia, Inovação em saúde

DOCMEDIA_ICONE_HIG_RES_WHITE.png

healthcare innovation

Atenção: Docmedia é um espaço informativo de divulgação e educação sobre temas relacionados à saúde, tecnologias e pesquisas científicas. Não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
© 2020 Pharmedia Informática Ltda