Buscar

Autofagia estimulada pode melhorar resposta vacinal em idosos


Uma das mais críticas consequências do envelhecimento é o declínio de uma série de funções fisiológicas com o tempo. Nesse contexto, é conhecido que o sistema imunológico de pessoas idosas é mais suscetível às infecções.


Além disso, a resposta vacinal eficaz neste grupo também é mais difícil de induzir que em jovens saudáveis. Embora esse fenômeno seja bem documentado, muito pouco se sabe sobre suas bases moleculares.


Agora, um estudo conduzido por pesquisadores da Universidade de Oxford encontrou algumas respostas para o fenômeno e até caminhos potenciais para melhorar a resposta vacinal em idosos. O foco do estudo em camundongos foi o processo de autofagia, utilizado para renovação das organelas celulares disfuncionais.


Foi verificado que a autofagia é reduzida em camundongos idosos e o mesmo foi visto em humanos idosos. Por fim, a equipe identificou uma substância endógena capaz de sustentar o status de autofagia e cuja suplementação em células envelhecidas promove efeito semelhante..


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia, no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play



7 visualizações
DOCMEDIA_ICONE_HIG_RES_WHITE.png

healthcare innovation

Atenção: Docmedia é um espaço informativo de divulgação e educação sobre temas relacionados à saúde, tecnologias e pesquisas científicas. Não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
© 2020 Pharmedia Informática Ltda