Buscar

Estudo identifica gene envolvido no diabetes neonatal com alterações neurológicas


Um esforço internacional de pesquisa liderado pela Universidade de Exeter, Université Libre de Bruxelas e Universidade de Helsinque descobriu um mecanismo genético envolvido na geração de um quadro de diabetes neonatal com alterações neurológicas.


O trabalho dos pesquisadores foi publicado no Journal of Clinical Investigation e pode orientar o desenvolvimento de novas abordagens terapêuticas para tipos mais comuns de diabetes, que acometem 460 milhões de pessoas no mundo, e até mesmo para alguns distúrbios neurológicos.


Diferentemente do diabetes tipo 1, que é uma reação de autoimunidade direcionada às células β, estudos mostram que o diabetes neonatal normalmente é provocado por alterações em um único gene. Já foram identificadas 11 variantes genéticas que causam a doença em associação a alterações neurológicas como epilepsia e microcefalia. O estudo atual identificou uma variante genética não relacionada ao diabetes neonatal, mas com função crítica para a saúde e função das células β em humanos.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia, no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play



2 visualizações
DOCMEDIA_ICONE_HIG_RES_WHITE.png

healthcare innovation

Atenção: Docmedia é um espaço informativo de divulgação e educação sobre temas relacionados à saúde, tecnologias e pesquisas científicas. Não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
© 2020 Pharmedia Informática Ltda