Buscar

Estudo identifica proteína essencial à diferenciação das células ciliares do ouvido


As células ciliares do ouvido interno são componentes essenciais à audição, uma vez que ampliam os sinais sonoros transmitidos ao ouvido interno e também os transformam em impulsos elétricos a serem enviados à área responsável pela audição no cérebro (córtex auditivo). Com o passar do tempo e estímulos de estresse ambiental (som alto), essas células vão morrendo e a perda auditiva se instalando.


A reposição das células ciliares perdidas é uma estratégia vista como promissora para o combate futuro da perda auditiva. A novidade é que pesquisadores das universidades de Maryland e Tel Aviv descobriram que a proteína GFI1 é essencial à correta diferenciação dessas células, o que pode ter implicações para futuros protocolos de medicina regenerativa.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia, no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.



Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play


Docmedia, Inovação em saúde

DOCMEDIA_ICONE_HIG_RES_WHITE.png

healthcare innovation

Atenção: Docmedia é um espaço informativo de divulgação e educação sobre temas relacionados à saúde, tecnologias e pesquisas científicas. Não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
© 2020 Pharmedia Informática Ltda