Buscar

Identificado alvo terapêutico precoce potencial para a doença de Alzheimer


A doença de Alzheimer (DA) foi descrita pela primeira vez há mais de 100 anos. Entretanto, nem todo esse tempo foi suficiente para entender toda a sua fisiopatologia, estabelecer o diagnóstico precoce, ou mesmo aprovar drogas com eficácia terapêutica. De fato, a maioria dos pacientes recebe o diagnóstico após os 65 anos, com os sinais clínicos e o dano neuronal irreversível já estabelecido.


A novidade é que pesquisadores da Universidade Case Western Reserve afirmaram terem identificado uma via crítica e precoce na fisiopatologia da DA. Além disso, os pesquisadores afirmam que a via descoberta é modulável farmacologicamente, o que pode resultar em uma inédita estratégia de tratamento precoce em DA. Os experimentos identificaram a via Drp1-HK1-NRLP3 como crítica para a disfunção das células produtoras de mielina, um fator precoce e central na fisiopatologia da doença. Além disso, a equipe identificou um fármaco eficaz em modular essa via e que foi objeto de pedido de patente após resultados animadores em modelos animais de DA.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia, no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play



12 visualizações
DOCMEDIA_ICONE_HIG_RES_WHITE.png

healthcare innovation

Atenção: Docmedia é um espaço informativo de divulgação e educação sobre temas relacionados à saúde, tecnologias e pesquisas científicas. Não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
© 2020 Pharmedia Informática Ltda