Buscar

Aspergilose relacionada à maior mortalidade na covid-19 grave


Pesquisadores da Universidade de Bolonha, na Itália, afirmam que o SARS-CoV-2 pode não estar sozinho na geração do grande número de mortes por SRAG visto durante a pandemia. Um artigo da equipe publicado na Clinical Infectious Diseases relaciona a superinfecção por Aspergillus flavus a pior prognóstico em pacientes internados por covid-19 e submetidos a ventilação mecânica.

.

No total, foram acompanhados 108 pacientes com covid-19 confirmada microbiologicamente nesse estudo prospectivo multicêntrico. Todos os participantes foram submetidos a um protocolo de triagem para aspergilose com galactomanana de lavado broncoalveolar e culturas realizadas na admissão, no dia 7 e em caso de piora clínica. Os casos foram classificados como aspergilose pulmonar associada ao coronavírus (CAPA) de acordo com definições de consenso. Neste grupo de pacientes, a incidência de CAPA provável foi de 38,83 por 10.000 pacientes-dia na UTI. Quando definida por índice de galactomanana sérica >0,5 ou >1,0 no lavado broncoalveolar, a aspergilose esteve presente em 17,6% dos casos.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia, no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.



Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play


Docmedia, Inovação em saúde

DOCMEDIA_ICONE_HIG_RES_WHITE.png

healthcare innovation

Atenção: Docmedia é um espaço informativo de divulgação e educação sobre temas relacionados à saúde, tecnologias e pesquisas científicas. Não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
© 2020 Pharmedia Informática Ltda