Buscar

Irisina: um possível tratamento para obesidade e outras doenças crônicas no futuro


A obesidade é um considerável problema de saúde pública em países desenvolvidos e em desenvolvimento. Nesse contexto, um importante tema de pesquisa tem sido o link entre a obesidade e outras doenças crônicas como diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares.


O foco central desses estudos foi o estado de inflamação crônica de baixo grau induzido pela obesidade como evento facilitador de outras doenças. Mais recentemente, o funcionamento do tecido muscular esquelético também vem ganhando importância nessa linha de pesquisa. A musculatura esquelética passou a ser entendida também como um órgão endócrino capaz de secretar hormônios (mioquinas) com importantes funções metabólicas.


A primeira dessas moléculas a ser identificada foi a irisina (Harvard, 2012), um hormônio proteico secretado principalmente pela musculatura em resposta ao exercício. Desde então, muita pesquisa vem sendo feita para estabelecer as potencialidades da irisina, mas sua função mais estabelecida é o controle da termogênese, classificando-a como um potencial candidato ao tratamento da obesidade.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia, no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play



34 visualizações
DOCMEDIA_ICONE_HIG_RES_WHITE.png

healthcare innovation

Atenção: Docmedia é um espaço informativo de divulgação e educação sobre temas relacionados à saúde, tecnologias e pesquisas científicas. Não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
© 2020 Pharmedia Informática Ltda