Buscar

Nova estratégia no câncer colorretal utiliza vírus geneticamente modificado


Em casos iniciais de câncer colorretal (CCR), a cirurgia costuma ser curativa. Entretanto, parte considerável desses pacientes (50%) já possui metástases hepáticas no momento do diagnóstico. Embora os fármacos quimioterápicos atualmente disponíveis para esses casos habitualmente consigam prolongar significativamente a sobrevida, em algum momento esses pacientes sucumbirão à doença. Sendo assim, são urgentemente necessárias estratégias aplicáveis na erradicação do CCR metastático e para induzir a imunidade antitumoral.


Nesse contexto, pesquisadores da City of Hope começaram a trabalhar com o conceito de vírus oncolítico (VO). A equipe modificou geneticamente um orthopoxvirus, mesmo gênero da varíola, e o testou em modelos murinos de CCR como terapia isolada ou associado à imunoterapia anti-PD-L1. O novo VO foi chamado de CF33. Os resultados mostraram maior eficácia da terapia combinada e uma série de ações do CF33 favorecendo a resposta imune antitumoral. Os resultados foram tão convincentes que testes clínicos são esperados para 2021.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia, no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play



5 visualizações
DOCMEDIA_ICONE_HIG_RES_WHITE.png

healthcare innovation

Atenção: Docmedia é um espaço informativo de divulgação e educação sobre temas relacionados à saúde, tecnologias e pesquisas científicas. Não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
© 2020 Pharmedia Informática Ltda