Buscar

Pesquisa relaciona microbioma oral à câncer de pulmão em não fumantes


Uma enorme quantidade de evidências sugere que o microbioma intestinal está envolvido em diversos aspectos da saúde e da doença humana, inclusive no relativo ao câncer. Mais recentemente, estudos mostram que essa relação não se restringe à microbiota intestinal, mas pode englobar também comunidades bacterianas fora do intestino.


Nesse contexto de pesquisa, um esforço comandado pelo Albert Einstein College of Medicine, e envolvendo outras instituições nos EUA e China, afirma ter encontrado um link entre determinada assinatura no microbioma oral e aumento do risco de câncer pulmonar em pessoas que nunca fumaram. Com uma estratégia de caso controle retrospectiva, os pesquisadores encontraram importantes diferenças no microbioma oral entre portadores de câncer de pulmão que nunca fumaram. O objetivo agora é aprofundar o entendimento das relações encontradas.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia, no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play



13 visualizações