Buscar

Pesquisadores criam biotinta para ajudar na regeneração de nervos periféricos


Após uma lesão, a recuperação dos nervos periféricos é bastante lenta e geralmente incompleta. Em verdade, a neurorrafia periférica resulta em boa recuperação motora e sensorial em apenas cerca de 50% dos pacientes. Isto se dá porque os neurônios precisam ser meticulosamente direcionados em seu crescimento entre as porções de um nervo lesionado. Se isso não puder ser feito, esse crescimento se dá de forma desarranjada e termina por induzir déficit motor, dor, ou problemas sensoriais.


A novidade é que pesquisadores do Instituto Real de Tecnologia de Melbourne, na Austrália, anunciaram o desenvolvimento de um biomaterial capaz de ordenar de maneira mais eficiente o crescimento das células neuronais em um nervo lesado. O novo material possui condutividade e se provou viável nos primeiros testes com células humanas, sendo considerado bastante promissor.



Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia, no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play



DOCMEDIA_ICONE_HIG_RES_WHITE.png

healthcare innovation

Atenção: Docmedia é um espaço informativo de divulgação e educação sobre temas relacionados à saúde, tecnologias e pesquisas científicas. Não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
© 2020 Pharmedia Informática Ltda