Buscar

Reprogramação de células-tronco pode reverter inflamação da periodontite


A doença periodontal pode levar à destruição do substrato ósseo e consequente perda dos dentes. O tratamento das formas graves exige a incisão da gengiva infectada e a enxertia óssea para reforçar a fixação dos dentes acometidos.


A novidade é que um grupo de pesquisa liderado pela Universidade de Cambridge descobriu que é possível reprogramar células-tronco do ligamento periodontal (hPDLSCs) de forma que passem a trabalhar no sentido de resolver a inflamação tecidual.


Em um experimento in vitro, hPDLSCs foram extraídas de dente ciso e culturadas com fatores pró-inflamatórios em presença de Resolvin-1 e Maresin-1, que são dois mediadores lipídicos pró-resolução (SPMs) derivados do ômega-3. Adição dos SPMs foi capaz devolver às hPDLSCs a capacidade regenerativa perdida com a inflamação, o que pode originar novos tratamentos para a doença periodontal e outras patologias que cursem com inflamação sistêmica.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia, no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play



DOCMEDIA_ICONE_HIG_RES_WHITE.png

healthcare innovation

Atenção: Docmedia é um espaço informativo de divulgação e educação sobre temas relacionados à saúde, tecnologias e pesquisas científicas. Não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter
© 2020 Pharmedia Informática Ltda