Buscar

Estudo alerta para o uso de macrolídeos durante a gestação e malformações


Pesquisadores da University College London conduziram um grande estudo de base populacional que encontrou associação entre o uso de antibióticos macrolídeos na gestação o maior risco de defeitos congênitos graves.


A publicação no British Medical Journal mostra um estudo de coorte retrospectivo usando dados do UK Clinical Practice Research Datalink, para investigar qualquer associação entre o uso de macrolídeos pelas gestantes e as principais malformações e distúrbios do desenvolvimento neurológico de seus filhos (paralisia cerebral, epilepsia, transtorno do déficit de atenção e hiperatividade e transtorno do espectro do autismo).


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

3 visualizações