Buscar

Estudo confirma probiótico como benéfico nas cólicas do recém-nascido


Pesquisadores da Università degli Studi di Napoli Federico II, na Itália, conduziram um estudo duplo cego controlado por placebo que pode ser a tábua de salvação de milhões de pais desesperados. A equipe italiana publicou seus resultados na Alimentary Pharmacology and Therapeutics e focou seu estudo nos efeitos do probiótico Bifidobacterium animalis, subespécie lactis BB-12, sobre o quadro de cólicas, choro e redução de sono apresentado por recém-nascidos.


É verdade que as causas do distúrbio ainda não são efetivamente conhecidas, mas acredita-se que possuem relação com distúrbios da microbiota intestinal. Por isso, os pesquisadores recrutaram 80 lactentes saudáveis com aproximadamente um mês de vida, com boa distribuição entre os sexos e com sinais de cólicas, aumento de choro e redução de sono. O grupo foi randomizado para receber placebo ou uma dose diária de 1 x 109 unidades formadoras de colônia de BB-12 por 28 dias.


A duração média diária dos episódios de choro foi menor no grupo BB-12 a cada semana, e diminuiu de semanalmente, sendo sentida já após 1 semana. Quantitativamente, 80% dos lactentes do grupo BB-12 apresentaram redução ≥ 50% na duração do choro após 28 dias em comparação com 31,5% no grupo placebo. Da mesma forma, o número médio de episódios diários de choro foi menor no grupo BB-12 em cada semana de estudo (-4,7 vs -2,3).


O tempo de sono em ambos os grupos aumentou com as semanas, com uma alteração média na última semana de 36,5 ± 98,8 minutos/dia no grupo BB-12 (variação de - 225,7 a 345,0 minutos) e 47,9 ± 108,6 minutos/dia (variação de - 265,0 a 225,0 minutos) no grupo placebo. Outra descoberta foi que os lactentes do grupo BB-12 mostraram aumento de biomarcadores anti-inflamatórios nas fezes, bem como aumento nos níveis de butirato, beta defensina-2 (HBD-2), catelicidina (LL-37) e IgA secretora, que estão associados à diminuição do marcador inflamatório calprotectina, sugerindo que o probiótico tem ação imunomoduladora sobre a microbiota.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

7 visualizações