Buscar

Estudo demonstra papel crítico da fragilidade física no risco de demência


Várias doenças neurodegenerativas podem culminar com o desenvolvimento de quadros demenciais, sendo a principal a doença de Alzheimer (DA). Dados da Organização Mundial de Saúde estimam que a DA acometa mais de 35 milhões de pessoas no mundo e alertam para uma tendência de aumento progressivo desses números.


A ausência de tratamentos eficazes deu origem a uma grande frente de pesquisa focada em estratégias para prevenir ou retardar a DA e a demência.


É nesse contexto um estudo conduzido por pesquisadores da Dalhousie University, da Nova Scotia Health (Canadá) e da Exeter University (UK) afirmando existir uma estratégia robusta para prevenir a demência, até mesmo em pessoas com risco genético aumentado.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

14 visualizações