Buscar

Estudo descarta depressão relacionada ao uso dos beta-bloqueadores


Os beta-bloqueadores (BB) estão entre as medicações mais utilizadas para hipertensão e outras condições cardíacas por diminuírem a frequência cardíaca e reduzirem os níveis da pressão arterial. Entretanto, o seu uso muitas vezes foi relacionado à ocorrência de sintomas psiquiátricos, especialmente quadros de depressão. Apesar disso, ainda não se tinha notícia de um trabalho definitivo sobre o tema, que é o que pesquisadores da Charité-Universitätsmedizin Berlin publicaram recentemente no periódico Hypertension.


O estudo é uma grande meta-análise com dados de mais de 53 mil pacientes em uso de diversos BBs. Neste grupo de estudos, embora a depressão tenha sido o evento psiquiátrico adverso (EPA) mais relatado, não houve diferença no risco de ocorrência entre os grupos de usuários de BBs e placebo. Também não houve diferença nas taxas de medicações suspensas em função de EPAs.


A única relação encontrada para o uso de BBs foi a ocorrência de distúrbios do sono. Sendo assim, a equipe sustenta que o temor de sintomas depressivos não deve influenciar a prescrição de BBs quando indicada.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

1 visualização