Buscar

Estudo desenvolve promissora terapia analgésica não opioide para a dor inflamatória


A dor geralmente é considerada um sintoma de lesão, sendo transmitida pelos neurônios sensoriais ao cérebro com informações sobre localização e gravidade. A dor inflamatória se inicia com a sensibilização dos nociceptores do gânglio da raiz dorsal (GRD) por citocinas liberadas pelas células imunes no tecido lesado.


Na prática clínica, devido à sua duração e intensidade, a dor inflamatória muitas vezes requer tratamento com opioides, a despeito de toda a problemática envolvida no uso dessas substâncias. A novidade é que pesquisadores da Universidade de Buffalo anunciaram o desenvolvimento de uma nova terapia analgésica capaz de substituir com vantagens as opções disponíveis.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

0 visualização