Buscar

Estudo desvenda mecanismo de morte celular que pode ser crítico na ELA


A esclerose lateral amiotrófica (ELA) é uma doença neurodegenerativa em que ocorre a morte do neurônio motor, levando à uma progressiva paralisia muscular e morte. A causa da ELA ainda permanece um mistério, apesar de décadas de pesquisa. Entretanto, diversos estudos mostram que o neurônio motor dos pacientes com a doença passa a apresentar problema generalizado (bloqueio) em reações envolvendo ácidos nucleicos. Essa percepção levou pesquisadores do Centro Nacional de Pesquisa do Câncer da Espanha (CNIO) à uma descoberta que pode revolucionar o conhecimento sobre a doença e, possivelmente, seu tratamento.

.

A inspiração veio do trabalho do prêmio Nobel Jack Szostak, que estuda a química da vida. Da conversa, os pesquisadores vislumbraram e testaram um mecanismo de bloqueio de ácidos nucleicos que tudo indica participar da patogênese da ELA e pode originar pesquisas para novas formas de tratamento.



Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

1 visualização