Buscar

Estudo em peixes identifica gene chave para a regeneração cardíaca após lesão


Um pequeno peixe ornamental conhecido como zebrafish é capaz de regenerar seu músculo cardíaco após lesões semelhantes à isquemia vista em humanos após um infarto do miocárdio. Os seres humanos não possuem essa capacidade e acumulam mortes de cardiomiócitos e deposição de tecido cicatricial até que a função cardíaca seja comprometida. A novidade é que pesquisadores do Instituto de Pesquisa Cardíaca Victor Chang afirmam que almejar a capacidade regenerativa do zebrafish talvez não seja um desejo tão impossível.


Um artigo recente da equipe conta que experimentos de lesão cardíaca com o zebrafish terminaram por evidenciar um gene compartilhado por humanos, o Klf1, com o potencial de induzir os cardiomiócitos a se dividirem e regenerarem o músculo cardíaco. Se esta função também puder ser ativada em humanos, é possível que muitas vidas sejam salvas.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

2 visualizações