Buscar

Estudo encontra componentes na maçã que estimulam a neurogênese


Uma maçã por dia mantém o médico longe. Pesquisadores da Universidade de Queensland e do Centro Alemão de Doenças Neurodegenerativas conseguiram demonstrar que o anedótico aforismo tem sim um fundo de verdade.


Sabe-se que é crescente o número de estudos mostrando os benefícios dos fitonutrientes para a saúde, como é o caso do resveratrol das uvas e a epigalocatequina-3-galato do chá verde. No estudo atual, os pesquisadores decidiram investigar se a maçã contém compostos que possam interferir na neurogênese hipocampal adulta, um processo cerebral de plasticidade em que novos neurônios funcionais são gerados e integrados no sistema existente.


A neurogênese hipocampal adulta é relacionada a processos de aprendizado e formação de memória. Experimentos em culturas celulares e modelos animais in vivo mostraram que alguns fitonutrientes da maçã, dentre eles a quercetina, estimulam a neurogênese em áreas cerebrais relacionadas ao aprendizado e à memória.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

15 visualizações