Buscar

Estudo identifica fator chave no prurido crônico da dermatite atópica


O prurido normalmente é um reflexo fugaz e benéfico ativado para sinalizar um agente que pode estar irritando a pele e deve ser removido. Entretanto, em algumas situações, como na dermatite atópica (DA), o prurido assume caráter crônico e níveis de incômodo que podem torná-lo o principal componente da doença e um fator relevante de redução da qualidade de vida. Em função disso, pesquisadores da Harvard Medical School e do Brigham and Women's Hospital capitanearam um esforço para entender melhor os mecanismos envolvidos no prurido crônico da DA.


Utilizando modelos murinos para procurar atividade genética em neurônios ganglionares de raiz dorsal (NGRD), os pesquisadores evidenciaram atividade aumentada do receptor de cisteína leucotrieno 2 (CysLT2R). Dados semelhantes foram replicados em humanos e experimentos direcionados comprovaram o papel central do CysLT2R no prurido crônico relacionado à DA, revelando um novo potencial alvo terapêutico.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

15 visualizações