Buscar

Estudo identifica neuropeptídeo eficaz para uso precoce no AVC


O acidente vascular cerebral (AVC) é responsável por 17 milhões de eventos anuais, que resultam em 10% de todas as mortes no mundo. Embora 90% dos AVCs sejam do tipo isquêmico, é vital que um exame de imagem seja feito para diferenciá-los do AVC hemorrágico em função dos tratamentos diametralmente diferentes. Infelizmente, o tratamento do AVC possui um período crítico no qual o tratamento evita mais morte neuronal e a administração da terapia é retardada pela realização do exame de imagem.


A novidade é que pesquisadores da Capital Medical University e da Quarta Universidade Médica Militar, ambas na China, afirmam terem identificado um peptídeo com ação protetora sobre ambos os tipos de AVC, o que permitiria sua administração precoce, mesmo antes da realização do exame de imagem. Testado com bons resultados em modelos murinos e de primatas não humanos com bons resultados, o peptídeo animou os pesquisadores para futuros estudos clínicos.



Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

4 visualizações