Buscar

Estudo identifica quatro subtipos funcionais de Alzheimer


A novidade em termos de doença de Alzheimer (DA) é um estudo publicado por uma força internacional de pesquisa chefiada pela Universidade McGill. O estudo do grupo reuniu o que considerou a mais diversa população de pacientes com DA e investigou dados clínicos e de tomografia por emissão de pósitrons (PET) desses indivíduos (n=1.612). Também foi construído um algoritmo de aprendizado de máquina para processar os dados radiológicos em busca de padrões.


Ao final, o estudo encontrou quatro diferentes padrões evolutivos para um marcador chave da doença que até então vinha sendo avaliado de maneira uniforme. Mais que isso, os diferentes padrões encontrados foram relacionados a diferentes espectros clínicos da DA, o que pode abrir a oportunidade para abordagens mais personalizadas.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

13 visualizações