Buscar

Estudo relaciona células gliais e a modulação da saúde intestinal


O intestino é uma das principais interfaces do organismo com o meio externo. A captação de água e nutrientes obriga a mucosa intestinal a manter íntimo contato com uma infinidade de microrganismos do bolo fecal, muitos deles patógenos em potencial.


Após infecção e outros tipos de lesão da mucosa, processos complexos de defesa e reparação são acionados para manter o intestino saudável. Embora muita pesquisa tenha sido feita sobre a ação das células imunes do intestino, os mecanismos por trás das doenças inflamatórias intestinais (DII) permanecem incertos e os tratamentos visam apenas os sintomas.


Nesse contexto, a novidade é um estudo de pesquisadores do Instituto Francis Crick afirmando um papel crucial das células gliais do sistema nervoso do intestino na manutenção da saúde intestinal.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

4 visualizações