Buscar

Estudo sugere metabolismo cerebral da frutose como causa da doença de Alzheimer


A maior parte da pesquisa sobre doença de Alzheimer (DA) tradicionalmente se debruça sobre os depósitos neurofibrilares de proteína amiloide. Entretanto, um estudo de pesquisadores da Universidade do Colorado está propondo uma verdadeira revolução na forma como a DA é entendida e como pode ser tratada.


Em resumo, os autores relacionam dados epidemiológicos correlacionando o aumento de casos de DA com outras modificações incorporadas pela sociedade moderna, em especial a explosão de casos de diabetes e obesidade. Nesse contexto, são mostradas evidências de que essas condições alteram o metabolismo da frutose sistemicamente e também no tecido cerebral. O resultado desse fenômeno seria uma cascata de acontecimentos que induz disfunção neuronal e morte, sendo a deposição amiloide apenas um sintoma do problema.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia, no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play



293 visualizações