Buscar

Estudo sugere que exposição aos plásticos pode acelerar doença cardiovascular


Os plásticos são companhia cada vez mais constante dos seres humanos na sociedade contemporânea e, embora sejam úteis para solucionar diversas necessidades humanas, constituem um desafio ambiental e há evidências sugerindo efeitos deletérios para a saúde.


Um exemplo disso é a correlação entre a exposição aos componentes plásticos bisfenol A químico e ftalato e o aumento do risco de doenças cardiovasculares.


Embora os mecanismos subjacentes a esse fenômeno sejam desconhecidos, pesquisadores da Universidade da Califórnia (Riverside) anunciaram terem se aproximado de uma resposta para o problema.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

4 visualizações