Buscar

Estudo sugere um papel benéfico do estímulo androgênico no câncer de mama


Os androgênios já foram utilizados como terapia adjuvante no câncer de mama, em especial naqueles positivos para receptores hormonais, mas perderam espaço em função dos efeitos colaterais e do surgimento das terapias anti-estrogênicas.


No desenvolvimento e na vida adulta, os hormônios androgênicos, tendo a testosterona como o principal deles, são importantes para o desenvolvimento das características sexuais masculinas. Na mama, enquanto a proliferação do tecido é estimulada pelo estrogênio, a testosterona tem a função inibitória. Ainda assim, o papel dos receptores de androgênio (RA) no câncer de mama permanece controverso.


Agora, um estudo conduzido por pesquisadores da Universidade de Adelaide e do Garvan Institute sugere que o agonismo do RA pode ter um papel importante no tratamento do câncer de mama com receptores hormonais positivos. Utilizando um painel com linhagens celulares de câncer de mama derivadas de pacientes, os pesquisadores demonstraram consistente atividade antitumoral do agonismo do RA em vários contextos da doença, inclusive no tocante à resistência à terapia endócrina tradicional.


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

2 visualizações