Buscar

Estudo utiliza bactéria para diagnosticar a doença inflamatória intestinal


Uma colaboração entre pesquisadores da Universidade Rice e da Universidade do Colorado pode resultar em um método não invasivo para o diagnóstico da doença inflamatória intestinal (DII) utilizando bactérias.


O artigo do grupo conta que tudo começou quando integrantes da Universidade Rice desenvolveram uma cepa da bactéria Escherichia coli capaz de detectar diferentes níveis de pH e sinalizar isso em cores. A bactéria assume coloração esverdeada em condições de pH ácido e muda para vermelho quando o pH é mais alto. Ao tomar ciência disso, a equipe do Colorado vislumbrou a possibilidade de experimentá-la em modelos de DII para o diagnóstico da condição.


Os experimentos validaram a detecção bacteriana do pH na DII por meio de uma assinatura gênica exclusiva de resposta à acidez, encontrada tanto em modelos murinos quanto em pacientes com DII. Com esses resultados, a ideia é colonizar os portadores de DII com a bactéria, de forma que ela possa futuramente informar sobre crises de DII ainda em gestação.



Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play