Buscar

Fotobiomodulação pode acelerar a regeneração cutânea após radionecrose


Há mais de 40 anos o processo de estimulação luminosa dos tecidos conhecido como fotobiomodulação (FBM) é conhecido por acelerar a cicatrização de feridas agudas ou crônicas por meio da ativação de processos celulares para controle da inflamação, redução da sinalização de dor e indução de regeneração dos tecidos.


Estudos anteriores mostram que a FBM é eficaz para acelerar a cicatrização de queimaduras e para melhorar a dor da mucosite causada por radioterapia e quimioterapia, sendo sua ação ativar o TGF-beta-1.


A novidade é que um estudo liderado pela Universidade de Buffalo descobriu recentemente que a FBM também é eficaz na aceleração da cicatrização das lesões cutâneas de radionecrose.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

4 visualizações