Buscar

Identificada proteína que pode prevenir a perda de massa muscular associadas à doenças


Uma quantidade adequada de massa muscular no corpo é umas das condições para uma existência saudável.


Algumas doenças neurológicas, a caquexia do câncer, DPOC e o próprio processo de envelhecimento promovem acelerada perda de massa muscular.


Os efeitos desse fenômeno podem ser devastadores na qualidade de vida e longevidade dos portadores.


A novidade é que pesquisadores da Universidade de Houston identificaram uma proteína que pode orientar estratégias que permitam compensar essa perda de massa muscular associada a doenças e melhorar os resultados desses pacientes.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

26 visualizações