Buscar

Identificada variante genética ligada à não resposta à imunoterapia sublingual para alergia


A imunoterapia sublingual (SLIT) se tornou uma opção de tratamento eficaz para uma série de processos alérgicos, em especial para rinites e alergias sazonais. Nesse tipo de tratamento, pequenas doses concentradas do antígeno são administradas embaixo da língua, permitindo o desenvolvimento gradual de tolerância ao antígeno e reações alérgicas menos pronunciadas após vários meses.


Infelizmente, SLIT não se mostra eficaz em 20 a 30% dos pacientes e não há como prever aqueles que responderão, o que leva os demais a perderem tempo e a se exporem aos efeitos colaterais da terapia.


A novidade é que um grupo de pesquisadores que inclui integrantes da Universidade de Fukui e da Universidade de Tsukuba anunciaram a identificação de uma variante genética capaz de identificar os pacientes que não irão responder à SLIT aplicada contra um determinado processo alérgico.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

3 visualizações