Buscar

Identificada via molecular associada à resposta aos imunoterápicos


A imunoterapia foi o grande avanço no tratamento do câncer nas últimas décadas. No entanto, parte de seus mecanismos permanecem desconhecidos.


Quando as células cancerígenas sofrem estresse, como o causado pela quimioterapia, entram em um estado chamado senescência secretando o DNA lesado, fazendo o reconhecimento terminar por ativar uma reação imune que mata a célula (fenótipo secretório da senescência - SASP). Não se sabe como esse DNA lesado é reconhecido.


Pesquisadores do Instituto Wistar (EUA), publicaram artigo na Nature Communications informando terem descoberto o elo que faltava na ativação do SASP.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

0 visualização