Buscar

Identificado gene relacionado à persistência do canal arterial


A persistência do canal arterial (PCA) é uma doença cardíaca congênita que acomete cerca de 3.000 recém-nascidos por ano nos EUA.


Os bebês que nascem prematuramente estão em maior risco de PCA, o que impede a correta transição do padrão de circulação fetal para o pós-natal.


A novidade é que um grupo de pesquisadores ligados à Universidade de Yale anunciou a identificação de um gene associado à ocorrência de PCA.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

3 visualizações