Buscar

Identificado importante mecanismo de imunidade antitumoral inata


A imunidade inata é extremamente importante na contínua vigilância do organismo contra ameaças como patógenos e tumores. A presença em uma célula de DNA aberrante ou em local inadequado é um sinal de alerta para o sistema imune. Entretanto, o câncer é um mestre em burlar esse sistema natural de vigilância e seu combate requer o conhecimento dos mecanismos utilizados para tal.


A novidade é que pesquisadores do Instituto de Imunologia La Jolla publicaram um artigo recente anunciando a identificação de um importante mecanismo de imunidade antitumoral inata anteriormente não considerado. A utilização de um painel de perda de função avaliando mais de 1000 genes supressores tumorais identificou a proteína cinase 3 (DAPK3) como essencial ao sistema de alerta que identifica anormalidades no DNA dentro da célula.


Nos experimentos em modelos animais, tumores com perda de função DAPK3 mostraram crescimento mais rápido e menor resposta à imunoterapia por incapacidade de ativar resposta do sistema imune. Mecanisticamente, a perda de função DAPK3 se relaciona com dificuldade na ativação da via de sinalização do ativador de genes de interferon (via STING).


Quer saber mais?


Veja esse artigo e mais notícias sobre inovação em Medicina, Odontologia e Farmácia no nosso app. Lá além de mais conteúdos, você poderá montar a sua biblioteca de artigos para referência. Acesso gratuito.


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

3 visualizações