Buscar

Identificado possível biomarcador de doença de Alzheimer no sangue periférico


Um estudo liderado por pesquisadores da Universidade Sapienza de Roma e publicado no periódico Epigenetics afirma ter descoberto um potencial biomarcador para a doença de Alzheimer (DA) no sangue periférico.


O estudo foi realizado em um modelo de ratos com DA em vários estágios do desenvolvimento, assim como amostras post mortem de cérebros humanos de portadores da doença, de feto, crianças e adolescentes.


O foco do trabalho foi o gene PENS1, que é sabidamente crítico para o desenvolvimento neural e já havia sido relatado por estudos anteriores como um fator de risco para o desenvolvimento de DA.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

2 visualizações