Buscar

Inibidor de proteassoma melhora resultados em linfoma e leucemia pediátricos


A evolução no tratamento das neoplasias pediátricas de células T, como o linfoma linfoblástico (T-LL) e a leucemia linfoblástica aguda (T-LLA), melhorou os resultados, aproximando-os daqueles da leucemia linfoblástica aguda de células B (B-ALL) e do linfoma linfoblástico de células B (B-LL), o que equivale à uma sobrevida em 5 anos de 85%.


Trabalhando para melhorar ainda mais esses números, pesquisadores do Hospital Infantil da Filadélfia descobriram que a adição de um inibidor do proteassoma de pequena molécula pode trazer ainda mais benefícios para esses pacientes.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

7 visualizações