Buscar

Inteligência artificial aplicada à retina para prever infarto agudo do miocárdio


As doenças cardiovasculares, incluindo o infarto agudo do miocárdio (IAM) são a principal causa de morte no mundo. Atualmente, informações importantes como as dimensões e a eficiência de bombeamento do ventrículo esquerdo requerem exames caros e pouco acessíveis à população em geral como o ecocardiograma e ressonância magnética cardíaca.


A existência de um método de triagem eficaz e barato aumentaria a identificação dos indivíduos em risco de eventos cardíacos e permitiria seu encaminhamento ao especialista para intervenções precoces. Também reduziria custos em sistemas de saúde avançados e ampliaria a assistência em sistemas de saúde mais carentes.


A novidade é que um grupo de pesquisa liderado por integrantes da Universidade de Leeds afirma ter desenvolvido um método baseado em inteligência artificial com essas qualidades.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

2 visualizações