Buscar

Metaloimunoterapia, a nova abordagem que pode aprimorar o tratamento do câncer


Estudos recentes mostraram que a ativação da via de sinalização STING e o consequente estímulo à produção de interferon tipo 1 (IFN-1) são fatores críticos para a resposta imune anticâncer. Além do efeito via IFN-1, também há evidências de que STING induz morte celular e melhora a apresentação de antígenos. Em função disso, agonistas STING começaram a ser utilizados para induzir resposta imune antitumoral.


Uma desvantagem da via STING é que os agonistas precisam ser entregues localmente, o que não é adequado aos tumores metastáticos, que são a principal causa de morte por câncer. A novidade é que pesquisadores da Universidade de Michigan anunciaram o desenvolvimento de uma estratégia capaz de aumentar a eficácia antitumoral da ativação de STING e torná-la uma opção também nos tumores metastáticos.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

3 visualizações