Buscar

Microrganismos do solo evidenciam novas potenciais estratégias contra o Alzheimer


Boa alimentação, atividade física e convívio social satisfatório são considerados pilares para uma boa saúde há décadas.


Mais recentemente, interações com a comunidade de microrganismos que integra nossa microbiota têm mostrado crescente influência em diversos aspectos do binômio saúde-doença.


Os metabólitos produzidos por esses microrganismos provaram poder provocar ou nos proteger contra doenças intestinais ou sistêmicas, incluindo o sistema nervoso central. O eixo intestino-cérebro tem sido estudado como possível via para o tratamento da doença de Alzheimer (DA). A doença é a forma mais comum de demência e não dispõe de tratamento eficaz.


Nesse contexto, a novidade é que pesquisadores da Universidade de Kyoto foram além das fronteiras do corpo humano para pesquisar uma porção do microbioma ainda pouco explorada, os microrganismos do solo.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

3 visualizações