Buscar

Mudança no padrão de atendimento pode melhorar mortalidade após fratura de quadril


Fraturas de quadril (FQ) são mais comuns em indivíduos idosos e é para esse grupo de pessoas que esse tipo de lesão é mais devastador.


Também se espera que o envelhecimento aumente a frequência de fratura de quadril, especialmente acima dos 80 anos.


Entretanto, um estudo de pesquisadores do Falls, Balance and Injury Research Center da Neuroscience Research Australia sugere que um atendimento de qualidade pode reduzir a morbidade e a mortalidade após fraturas de quadril.


Quer saber mais?


Baixe o app e acesse o material completo com link do artigo, além de canais de notícias, eventos e muito mais!


Baixe aqui AppStore


Baixe aqui Google Play

2 visualizações